REVISTA CARAS EM 2011

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis

sexta-feira, 31 de maio de 2013

Orò




Orò é uma palavra yorubá que significa segredo, para nós que somos do candomblé, é também o dia de prestar homenagem e dá oferenda aos orixás. E para isso devemos nos preparar para que tudo dê certo. Os filhos precisam deixar tudo arrumado e para facilitar podemos esquematizar e escrever o que vai precisar e os principais são:

- Se os orixás que vão receber a obrigação, já foram limpos (ossé)

Quais folhas serão necessárias

-Quais comidas serão feitas

- Arrumar a bandeja de oro, com mel, dendê, sal, folha da costa e etc...

-Deixar as facas amoladas

-Os acaçás prontos

-Os laços que serão usados

-Verificar se colocou água no fogo antes, para o preparo dos bichos

- e outros

Isso tudo é trabalho para os egbomis, mas nada impede de um Yao tomar essas atitudes. Além disso, devemos verificar se todos presente tomaram o seu banho de ervas (omin eró), e estão trajados corretamente. Temos sempre o costume de vestir roupa de ração branca, porém não é errado usar roupa colorida, exceto alguns casos como Oxalá e Nanã, onde o uso do branco é essencial para suas obrigações.

Temos também que prestar muita atenção quanto os ewós (quizilas, preceitos), de um determinado orixá, lembrando que em todo oro Exu come, afinal é ele o responsável por levar aos demais orixás nossos pedidos. Tenha ciência da importância deste dia, para mim é o verdadeiro dia do candomblé. Então toda vez que tiver um oro, tenha cuidado para não esquecer nada, sente antes com o seu zelador (a) e liste o que ele precisa que seja feito, pergunte e caso você ache que estão esquecendo algo, diga,mesmo sendo novo de santo, pois é assim que você vai aprender.

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis