REVISTA CARAS EM 2011

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Exu Bará





A principio quero citar que é muito importante falar deste Exu  pois é ele quem é o Exu correspondente ao ano de 2013. É um dos Exus mais antigos que temos, antes de começar a falar dele, quero dizer que os exus, não tem nenhuma ligação com nobres ou pessoas de épocas medievais, são espíritos antigos, africanos, quase da mesma época dos orixás, podem ter tido algumas outras reencarnações, só que no assentamento deles, usamos seus nomes mais antigos, ou seja, o do tempo em que viviam na Africa, não é nenhum tipo de preconceito ou super valorização, mas sim como as coisas são, o jeito certo, não podemos querer mudar uma religião de mais de cinco mil anos, espíritos mais "jovens" são os preto-velhos que são da época da escravidão, os caboclos que são os índios, os baianos, boiadeiros e as linhas orientais, exus são antigos, e muito bem evoluídos, é quem diz que são espíritos mal-desenvolvidos, estão falando coisas que não sabem, como que um espirito tão antigo, da época dos orixás pode ser mal desenvolvido? ou sem luz? Impossível, tem sim exus que são sem luz e só trabalham para o mau, são conhecidos como exus-pagoes, no entanto estou falando de um dos Exus mais antigos que corresponde diretamente a um Odu.









agora
 que sanei este assunto, vamos voltar a Bara  primeiramente  ele não é o Exu orixá, ele é uma entidade como os outros exus, só que mais antigo e mais velho que a maioria, uma das grandes diferenças dele para os outros exus que é bem notada, é seu assentamento, a maioria dos exus e bombo-giras são assentados no ferro, este exu é assentado em um otá (pedra de fogo), ele é o próprio otá, ele habita aquela rocha, assim como os outros exus, existem baras de oliva, de dendê e os que comem tanto oliva como dendê, isso quer dizer o que? Muitos simples, baras de oliva só "comem" o azeite de oliva, por um exemplo no seu ossé onde se passa o oliva neles, e nos de dendê se passa o azeite de dendê, e aqueles que "comem" dos dois usam tanto um como o outro. Outra grande diferença está no numero deste exu, enquanto todos os outros correspondem ao numero 7, este utiliza do numero 6, sim o numero de Obará; é um exu que trabalha mais voltado aos negócios, dinheiro, caminhos e oportunidades, e desempenha muito bem a sua função, mas não podia se esperar menos de um exu que corresponde diretamente a um odu não é mesmo? Ele come o mesmo que todos os outros exus (cabritos, frangos, galos, padê e etc), por ser um exu de Obará, ele corresponde a 3 orixás (Xango, Oxossi e Logun Edé), muitos zeladores de santo, preferem associa lo a Xango, mas isso vai da qualidade do Bara, entre outros fatores. Suas companheiras jamais serão bombo giras, mas sim Lebarás.

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis