REVISTA CARAS EM 2011

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis

domingo, 27 de dezembro de 2015

ODÚ ÓDI OGBÉ


O Odù sacado este ano foi Òdí Ogbè (Édi Ogbè, Édi Gbèmí, Ìdí Èkúté, Ìdí Iwinlara,
Ìdíngbémi), sendo que o Odù se manifestou de forma negativa, com tendência a doenças (Ày wò
Àrùn). Mesmo sendo um Odù que representa muito sucesso, a negatividade manifesta pode atrair
doenças. Assim que foi divulgado o Odù, muitas pessoas transmitiram por meio eletrônico as
determinações de Ifá para a humanidade, porém o Olúwo Ṣọ
lágbadé Pópóọla divulgou,completa, o que foi determinado por Olódùmarè (Deus), por meio de seu profeta rúnmìlà (Ifá) a
todos os praticantes da tradição de Ifá e Òrì à, o que foi feito por meio de artigo publicado pelo
Olúwo Ṣọ
lágbadé Pópóọla.
Resolvemos, então, trazer ao público brasileiro a tradução do texto divulgado pelo Olúwo
Pópóọla, a fim de que os praticantes da tradição de Ifá e Òrì à possam ter informações daquilo que
devem ou não fazer neste ano. Essa empreitada não foi fácil, pois o Olúwo Ṣọ
lágbadé Pópóọla,
como falante da língua Yorùbá, não se preocupou com a colocação dos sinais diacríticos, os quais
nos permitem ler, adequadamente, os textos Yorùbá, sendo que tivemos que colocá-los, para que
nós, brasileiros, pudéssemos lê-los.
Espero que todos possam usufruir desse artigo e cumprir as determinações que o Odù Òdí
Ogbè nos revela, de forma a terem um excelente ano, sem sobressaltos e com muito sucesso.
Àbọrú, Àbọyè, Àbọ í o!
Àbọrú Àbọyè rúnmìlà Àgbọnmìrègún, Bàbá Ifá!
Àbọrú Àbọyè Àràbà Àgbáyé!
Àbọrú Àbọyè gbogbo Àràbà!
Àbọrú Àbọyè Àràbà Awo Olusoji Oyekale, Àràbà Ijagbo- fà, Olórí wa Ẹbí-fá!
Àbọrú Àbọyè gbogbo Olúwo!
Àbọrú Àbọyè gbogbo Àgbà Awo!
Àbọrú Àbọyè Bàbá mi, Awo Ifákọ yà Oyèkanmí Oyèkalé, Olórí Akànjú Lowó Ẹ gb -fá Ibil Ẹ sìn
Yorùbá!
Àbọrú Àbọyè gbogbo Bàbáláwo àti Ìyánífá!
Àbọrú Àbọyè gbogbo Awo kùnrin àti Obìnrin mi!
Kí Ifá ogbó atọ
fún gbogbo àwa!
Kí Olódùmarè àti rúnmìlà á gbè àwa o, láíláí!!!
Ì e
Lágbà pare ti!!!!
À o!!! Ire o!!! 
Odù Òdí Ogbè
Para aqueles que nasceram por este Odù durante o Ìkọs dáyé4
do Ìt nifá5
, há necessidade de
alimentar seu Ifá com dois Obì [noz de cola], quatro Orógbó [noz amarga], Oti [bebida alcoólica
destilada] e muito Epo [azeite de dendê]. Aqueles que não nasceram por esse Odù Ifá também
podem oferecer a mesma coisa ao seu Ifá.
Ifá prevê Ìjà [briga, contenda, discussão, embate] neste ano. É adequado para todos os Awo
do mundo evitarem Ìjà, é necessário adquirirem dois eku mọ
[rato marrom], utilizando-os para

friccionar cada parte do corpo. Os dois eku mọ
deverão ser colocados por sobre È ù dàrà e muito
epo deverá ser derramado sobre eles. Isso é para ser feito por todos, independente de terem nascido
sob o signo desse Odù ou não. Fazendo isso, conseguirão trazer vitória sobre Ìjà, Ikú [morte], Àrùn
[doença], Òfò [perda] e sobre todos os outros Ajogun6
. Isso também tornará possível a todos os
Awo serem destinatários de toda Ire [bênção, sorte, fortuna] da vida.
Nota: Embora o termo Awo tenha sido usado nesta sinopse, a mensagem se aplica a todos os
sacerdotes de Ifá, Òrì à, Egúngún, Ẹgb
etc. e para todos aqueles, que mesmo não sendo sacerdotes,
praticam e seguem os princípios e filosofias da tradição de Ifá e de Òrì à.Òdí Ogbè (Ìdí Èkúté, Ìdí Iwinlara, Ìdí Gbémi)
1.
Ifá diz que está previsto Ire de longevidade para todos os Awo neste ano. Ifá adverte que
todos os Awo deverão oferecer bọ [sacrifício, oferenda] a fim de obterem vida longa na terra. Cada
Templo, grupo e/ou indivíduo precisará oferecer uma tù [galinha d’Angola] e dinheiro como bọ e
alimentar Ifá com outra tù. Uma vez feito isso, longevidade será garantida por Ifá. Essa é
mensagem de Ifá sobre esse aspecto:
Ogereji-mogbo
A dífá fún wọn n’ìlú ibi a kí gbè kú
Wọn ni kí wọn ru’bọ si laikú ara wọn
Wọn gb’ bọ, wọn ru’bọ
Kò p
kò jìnna
Ẹ wáá bá ni bá’ni l’aikú kangiri
Nj
Ogereji-mogbo Awo ire ni o
Ẹnìkan ki da Ìdí’gbé kọ
yàn kú
Ogereji mogbo Awo ire ni o
Tradução
Ogereji-mogbo (nome do Bàbáláwo)
Consultou-se Ifá para os habitantes da cidade onde a longevidade é garantida
Foi-lhes aconselhado a oferecer bọ
Eles ofereceram
Após algum tempo, não muito
Venham e juntem-se a nós, onde podemos desfrutar da longevidade
Ogereji-mogbo, você realmente é um Awo competente
Não se pode sacar Ìdí’gbé para morrer prematuramente
Ogereji-mogbo, você realmente é um Awo competente
2.
Ifá diz que muitos Awo estão enfrentando uma série de tribulações e crises aparentemente
intransponíveis no momento. Ifá diz que há grandes conspirações e intrigas contra os Awo em todo
o mundo. Adeptos de outras crenças empenham todos os seus esforços e aquilo que está aos seus
alcances para reprimir e oprimir todos os Awo, visando a garantir que eles não consigam nada em
termos gerais, quer em sua vida social, comunidades, nações ou no mundo todo.
Ifá diz que a política econômica e fiscal de todas as nações do mundo será tal que a maioria
dos Awo achará que é difícil, se não impossível, ter sucesso. Ifá assegura, no entanto, que todos os Awo passarão ao largo de todas as tribulações que encontrar. Diz, ainda, que todos os Awo estarão
livres de qualquer forma de recrutamento ou trabalho forçado.
Ifá diz que nossa mãe un será fundamental para manter todos os Awo livres e restabelecê-
los em suas posições legítimas.
Ifá diz que todos os Templos ou Awo precisam oferecer bọ e propiciar un a fim de se
beneficiar com os favores das mulheres. O material do bọ será: dois y lé [pombo], duas adìy
[galinha], dois àkùkọ [galo] e dinheiro. A estrofe que estabelece isso é:
Ìdí gbé mi ki n gbé o
Òrì à gbé mi l’atètè o j’orí akò in lo
A dífá fún rúnmìlà
Tí n lọ yá’wó l’owó Ikú
Tí n lọ sin’gbà l’odo Àrùn
Ẹbọ ni wọn ni kò wáá e
Tradução
Ìdí, levante-me e deixe-me levantá-lo
Òrì à, levante-me, ninguém pode estar mais alto do que aquele que está montado no cavalo
Essa foi a mensagem de Ifá para rúnmìlà
Quando ele ia pedir dinheiro a Ikú
E também ia para servir como peão nas mãos de Àrùn
Foi-lhe aconselhado a oferecer bọ
Neste Odù, rúnmìlà estava sob as ordens7
de Ikú [morte] e Àrùn [doença] a fim de quitar
os débitos que tinha com eles. Ikú exigiu que rúnmìlà trabalhasse em sua fazenda do início da
manhã até o fim da tarde, todos os dias. Àrùn exigiu dele que trabalhasse na fazenda de Àrùn do
final da tarde até o fim da noite. Ao fazer o trabalho dessa forma, rúnmìlà não encontrava tempo
para si mesmo.
Um dia, rúnmìlà foi consultar Ifá para saber como poderia se livrar desse trabalho forçado.
Foi-lhe aconselhado a oferecer bọ e ele o realizou. Enquanto ele oferecia o bọ, Ikú e Àrùn
aguardavam rúnmìlà para trabalhar em suas fazendas. Quando não o viram, ambos se dirigiram à
casa de rúnmìlà para procurá-lo. Ao vê-los, rúnmìlà saiu correndo, sendo perseguido por Ikú e
Àrùn. Ele correu em direção a um riacho. Ao chegar no riacho, rúnmìlà pulou dentro dele e
encontrou un tomando banho. Ele implorou a un, pedindo-lhe que o salvasse. un, então,
cobriu rúnmìlà com sua roupa.
Quando Ikú e Àrùn chegaram no riacho, não puderam ver rúnmìlà em nenhum lugar.
Perguntaram a un se ela havia visto rúnmìlà em algum lugar do riacho e ela respondeu que ela
estava muito ocupada nadando e se lavando e que não tinha tempo para ver quem passava pelo riacho. Os dois não se convenceram e esperaram um pouco mais. un, então, acusou-os de
tentarem, indecentemente, olhar seu corpo nu, enquanto se banhava. Ouvindo isso, Ikú e Àrùn,
relutantemente, deixaram as margens do riacho.
Depois disso, rúnmìlà agradeceu un profusamente e mais tarde envolveu-se com ela.
Eles se encontraram em várias ocasiões diferentes, sendo que em uma delas engravidou e deu à luz
a um bebê. Quando o bebê cresceu ele foi chamado por rúnmìlà como Ìdí-Gbémi (minha genitália
me ajudou).
3.
Ifá diz que todo Ire de vida aguardam os Awo neste ano. Ifá garante a todos os Awo que
terão oportunidades de se tornarem pessoas de sucesso e abundantes neste ano. Ifá diz que a maioria
dos Awo não conseguiu, nos últimos tempos, alcançar sucesso e abundância, pelo simples fato deles
não terem a capacidade de interpretar as reais mensagens de Ifá para eles. Ifá diz que todos os Awo
devem se esforçar para chegar onde as coisas lhes serão adequadas sob suas perspectivas.
Esse Odù, se devidamente interpretado, conduzirá todos os Awo à fase onde serão capazes
de consumar seu sucesso. Ifá garante que todo Awo será agraciado com honra e respeito. Para tanto,
ele deverá propiciar Òrì à-Òkè.
Ifá diz que há uma mulher em particular que necessita conceber uma criança. Essa mulher
será abençoada e dará à luz um bebê. Ela precisa oferecer uma Ewúr
(cabra) e seiscentas moedas
correntes em seis lugares diferentes.
Ifá adverte a todos os Awo para que não se deixem dominar pela ansiedade, assim superarão
todos os seus adversários.
Ifá diz que há um dirigente religioso, líder de comunidade ou figura nacional que existem
pessoas (em torno de seis) planejando coisas ruins contra ele/ela, porém Ifá garante a essa pessoa
que esses conspiradores não terão sucesso. Ifá adverte esse/a líder para que faça uma festa e convide
muitas pessoas. Ifá diz que as seis pessoas que planejam contra ele/ela são muito próximos dessa
pessoa. Eles também comparecerão à festa e tentarão lançar algum feitiço contra ele/ela. Ifá garante
a esse/a líder que os conspiradores falharão de forma deplorável. Sobre este assunto, o verso do Odù
declara:
Ògbólògbó yúnyún níí d’adé
Àgbàlágbà ejò ni ò k mọ r lé in yọ ọ yọ ọ yọ ọ
Màrìwò ọ p ba’l ’ nu gbàdu-gbàdú
A dífá fún rúnmìlà
Wọn ni ọ rọ
o Bàbá o j’ bọ
B ni o j’ètùtù 
Àyàfi kò má lọ ’ọrun ọ sán-gangan
Tradução
Uma grande árvore de Yúnyún é que usa uma coroa
A grande cobra não vaga com sua prole em busca de comida
As folhas novas de dendezeiro caem e revelam seus dispersos cantos de boca
Essa foi a mensagem de Ifá para rúnmìlà
Quando lhe foi dito que não precisava oferecer bọ
Nem mesmo ètùtù8
Ele só precisava se dirigir ao céu do meio dia, sem cerimônia
Neste Odù, rúnmìlà apanhou sua ewúr
[cabra] e seiscentos búzios, as únicas coisas que
ele possuía em sua vida, e se dirigiu à residência de Ìrókò Agunregejege, seu grande amigo, no
intuito de se despedir dele antes que iniciasse sua viagem ao céu. rúnmìlà disse ao seu amigo que
dormiria durante a noite e pela manhã estaria a caminho do céu.
Enquanto se dirigia ao céu, rúnmìlà encontrou Aruko-ya-legun-o-dí-Òò à
9
(Òò à-Òkè).
Ela lhe perguntou onde estava indo. Ele respondeu que estava em direção ao céu. Ela perguntou por
quê; sendo que ele lhe contou como Ifá foi consultado por ele e como foi aconselhado a não
oferecer nenhum bọ, mas dirigir-se ao céu.
Aruko-ya-legun-o-dí-Òò à lhe pediu que dissesse qual Odù teria sido revelado a ele.
rúnmìlà explicou-lhe que era Òdí Ogbè. Ela lhe pediu que voltasse para sua casa. Ela lhe disse que
era hora dele ser agraciado com o título e a honra de seus ancestrais. Ela previu que rúnmìlà seria
agraciado com o título de Alákọ
tún. Ela, então, aconselhou-o a trazer uma cabra e seiscentos búzios
para o bọ. rúnmìlà obedeceu e retornou para sua casa.
No momento em que rúnmìlà estava prestes a pegar em seu barrete, o recipiente onde
mantinha seu rapé, seu p
l
10 caiu e o Odù Ìdí-gbé foi revelado novamente. rúnmìlà chamou
Aruko-ya-legun-o-dí-Òò à, também conhecida como Òrì à-Òkè, de volta. Ele lhe falou que ela
nunca havia engravidado ou dado à luz a uma criança antes. Ele lhe disse que se ela obtivesse uma
cabra e seiscentos búzios em seis lugares, ela seria capaz de engravidar e dar à luz. Ela, então,
comprou outra ewúr
e a deu a rúnmìlà junto com os seiscentos búzios. rúnmìlà ofereceu o bọ e
fez a preparação de Ifá para ela. Ela também ofereceu bọ para rúnmìlà e ambos partiram para
seus respectivos lares. Quando rúnmìlà chegou em casa, os membros de sua família o procuravam
para vir receber o título de Alákọ
tún. Por outro lado, Òrì à-Òkè engravidou e deu à luz a um bebê. 
Parte da mensagem de Ifá, como afirmado por Òrì à-Òkè, foi que no dia em que lhe seria
conferido o título, seis inimigos apareceriam e fariam orações negativas em desfavor de rúnmìlà.
De fato, quando o título foi conferido a rúnmìlà, as pessoas se revelaram. Òrì à-Òkè, porém,
disse-lhe que repetisse diversas vezes:
Òt n , Awo wọn l’ de Àbá
Òsì, Awo wọn l’ de Àbọ i
Àti Òt n àti Òsì , ki í rúbọ tìre kọ
máa fín
Àti Òt n àti Òsì , ki í rúbọ tìre kọ
máa dà
À welé ni wọn e’fá fún
Tíí ọmọkùnrín dèpènù
A bá d’èg n, d’èpè l’awo l’orí, Kò lè jà
Tradução
Direita [mão], Awo no povoado de Àbà
Esquerda [mão], Awo no povoado de Àbọ i
Direita e esquerda, jamais poderão realizar o bọ sem que elas [mãos] o aceitem
Direita e esquerda, jamais poderão realizar o bọ sem que elas [mãos] o validem
Essas foram as declarações de Ifá para À welé
A descendência de Dèpènù11
Mesmo que pragas e maldições sejam lançadas contra o Awo, elas nunca serão eficazes
Esses seis inimigos vieram visitar rúnmìlà e lhe pediram que adquirisse seis Obì para eles
e os colocasse no p n fá
12 a fim de que pudessem orar por rúnmìlà. Eles, então, começaram a
pedir negativamente para rúnmìlà com o uso do à [poder, autoridade, autorização, bênção,
garantia, comando, prerrogativa] . È ù dàrà apareceu em cena e falou a rúnmìlà para não ficar
quieto, mas responder da forma como havia sido instruído por Òrì à-Òkè; assim, ele dizia as
seguintes palavras:
À mọlerí dèpènù (l mejì)
A bá d’èg n, d’èpè l’awo l’orí, Kò lè jà
À mọlerí dèpènù
Ègún, èpè, Isasi kò máa lè ran mi
À mọlerí dèpènù
Tradução
À mọlerí dèpènù (duas vezes)
Se pragas e maldições forem lançadas contra o Awo, elas não serão efetivas
À mọlerí13 dèpènù
Pragas e maldições, não terão nenhum efeito sobre mim
À mọlerí dèpènù Um ano após esse incidente, rúnmìlà se tornou um homem próspero. Ele, então, decidiu
visitar a mulher que havia feito o trabalho de Ifá para ele e que o havia tornado uma pessoa de
sucesso. Partiu, assim, para a casa de Aruko-ya-legun-o-dí-Òò à (Òrì à-Òkè). Da mesma forma, a
mulher também decidiu visitar rúnmìlà, aquele que lhe havia feito o trabalho de Ifá, tornando-a
uma mãe orgulhosa. Os dois tomaram a mesma decisão e no mesmo dia, porém nenhum deles sabia
disso. No mesmo dia eles iniciaram sua viagem. Eles se encontraram na junção de uma
encruzilhada de três vias (
ta-òkòríta). rúnmìlà, então, entoou essa Ìy r
14, que dizia:
Ta lo o mi d’ọlọ ba o
Òrì à-Òkè
Lo o mi d’ọlọ ba o
Òrì à-Òkè
Tradução
Quem me fez um rei?
Òrì à-Òkè
Ela é quem me fez rei
Òrì à-Òkè
Òrì à-Òkè, então, respondeu com outra Ìy r
, que dizia:
Ta lo o mi d’ọlọ mọ o
Iba-Igbó
Ifá lo o mi d’ọlọ mọ o
Iba-Igbó
Tradução:
Quem me fez uma grande mãe?
Iba-Igbó
Ifá é quem me fez uma grande mãe
Iba-Igbó
4.
Ifá adverte todos os Awo para não derramar sangue em seus Igbá-Ifá15 em qualquer ocasião
em que quiserem oferecer algum animal a Ifá. Ifá diz que devem derramar o sangue no solo, em
frente de Ifá ou ao entorno do Igbá-Ifá que deverá ficar no solo, neste momento. Ifá diz que
derramar sangue em Ifá sob o signo de Òdí Ogbè é uma proibição. Sobre isso, Ifá diz:
Ogereji mogbo, Awo wọn l’óde Ìdo 
A dífá fún wọn l’óde Ìdo
Ní’j ayé e wọn ja, to rọ
Ẹbọ ni wọn ní kí wọn wáá e
Ẹ yín l’ yín o mo’hun èèwọ
Ìgbà yín p’ ran tan
Lé d’
j
sí Ìdin-Gbè l’oj
Ẹ ín l’ ín o mo’hun èèwọ
Tradução
Ogereji mogbo, Awo da cidade de Ìdo
Consultou-se Ifá para os habitantes de Ìdo
Quando suas vidas estavam na completa miséria
Foi-lhes recomendado oferecerem bọ
Você não reconheceu que isso é proibido
Quando abateu [em sacrifício] um animal
Derramou sangue em Ìdin-Gbè
Você não reconheceu que isso é proibido
5.
Ifá adverte a todos os Awo a não serem demasiadamente econômicos neste ano. Ifá diz que
o dinheiro é muito, porém o relacionamento entre as pessoas é muito mais importante que o
dinheiro. Se todos os Awo desenvolverem uma relação cordial com outras pessoas e colocarem o
respeito às pessoas como prioridade máxima em suas atividades, o mundo se tornará um melhor
lugar para viver e haverá mais alegria e paz, como nunca existiu antes. Neste mesmo espírito, Ifá
diz que todas as mulheres que são Awo ou suas filhas que planejam entrar em um relacionamento
amoroso, como o casamento, noivado ou namoro devem fazê-lo com amor e compreensão. Elas não
devem dar dinheiro ou qualquer prêmio em suas questões16. É uma séria proibição para elas
colocarem o dinheiro acima da questão humana. Isso prevenirá as mulheres que são Awo e suas
filhas de terem uma morte prematura.
Há a necessidade de cada uma das mulheres que estiverem prestes a contrair matrimônio
oferecerem bọ com um òbúkọ [bode] e dinheiro para cada uma das que são Awo, bem como suas
filhas. Neste aspecto, Ìdin-Gbè diz:
Bí a bá p
l’a é
A ò l’ow
Bi a bà dàgbàdàgbà
A ò l ọ rọ
A ò lé ji ní kùtùkùtù
Ká mo bí a tí yàn’pín ni o
Iwinlara ni wọn e’fá fún 
Tíí ọmọ kin l’Òkè Apa
Ẹyìn ti n lọ re f
ènìyàn
Tíí ọmọ Awujal
Ẹbọ ni wọn ní kọ e
O gb’ bọ, o ru’bọ
Fúnfún l’owó fún
Owó o t’èèyàn
Èèyàn l’ọmọ Awujal
Tradução
Se vivermos muito
Nós seremos ricos
Se nos tornamos velhos
Nós seremos prósperos
Não podemos acordar pela manhã bem cedo
E sabermos exatamente como nosso destino foi escolhido
Essas foram as declarações de Ifá para Iwinlara
A criança de Ikin da cidade de Òkè Apa
Quando ia se casar com Ènìyàn
A criança de Awujal
Foi-lhe recomendado oferecer bọ
E ela cumpriu
Ainda que o dinheiro seja importante
O dinheiro não é mais importante que os ser humano
O ser humano é a criança de Awujal
6.
Ifá diz que antes do momento em que os Awo presentes em Òkè Ìta
, neste ano, serem
iniciados em Ifá, havia problemas recorrentes que os perturbavam de forma atroz. Ifá nos garante
que esses problemas já tinham sido resolvidos em nosso favor por meio das Deidades no mesmo dia
em que nos apresentamos para a cerimônia em Òkè Ìta
.
Ifá também exorta a todos aqueles que não são iniciados em Ifá a fazê-lo o mais rápido
possível, a fim de se beneficiarem da bênção da iniciação em Ifá. Adverte-nos, contudo, a não
virarmos as costas ao Bàbáláwo que nos iniciou, quando nossa fortuna chegar. Ifá diz que muitos
Awo se tornarão grandes e realizarão todos os desejos de seus corações. Sobre isso, Ifá diz:
Dùgb dùgb
lá lu’lù Ògún
Dùgb dùgb
lá lu’lù Ija
B’èkúté ilé bá mọ’tàn
To m’Ògún, to mọ’ja
A da’ri ikú jin-in
A dífá fún Ì ekú e t’òun Itekúte
Wọn n lọ ilù Agba Iresi
Wọn n lọ te bal yọ Ajọri n’Ifá
Ẹbọ ni wọn ni ki wọn wáá e Wọn gb’ bọ, wọn ru’bọ
Nj Ifá kan tíí mo t ní mọ fi d’ọba
Ifá kan tíí mọ te lọ la mi
Ifá kan ti mo te lọ o mi d’ọba
Tradução
Com energia alguém toca o tambor de Ògún
Com energia alguém toca o tambor de Ija
Se um rato conhece a história
E compreende o trabalho de Ògún e de Ija
O rato será poupado de uma morte prematura
Essa foi a mensagem de Ifá para Ì ekú e e Itekúte
Quando foram iniciar o rei de yọ
em Ifá
Foi-lhes recomendado oferecerem bọ
Ele fizeram
A iniciação em Ifá a que fui submetido me transformou em rei
Minha iniciação em Ifá tornou-me próspero
Minha iniciação em Ifá me tornou rei
7.
Ifá diz que há necessidade de todos os Awo oferecerem bọ para que não sejam obrigados a
serem subserviente a alguém. Todo Awo necessita oferecer bọ regularmente para evitar isso.
Precisa-se, também, oferecer bọ para evitar uma situação em que a doença os surpreenda e os
deixe acamados.
Ifá aconselha a todos os Awo a oferecerem bọ com um òbúkọ [bode] e dinheiro. Precisam
adicionar ao bọ uma pena de agbe17 e uma pena de àlùkò18. Feito isto, cada Awo precisa pulverizar
outra pena de agbe e de àlùkò juntas, misturar esse pó com banha de òrí e usar esse creme para
esfregar cada parte de seu corpo.
Ifá adverte todos os Awo para que não permitam a ninguém ter acesso àquilo que lhes é
precioso. Ifá aconselha a esforçarem-se para proteger aquilo que lhes é valioso e importante, de
modo a não perderem essas coisas. Ao mesmo tempo, Ifá adverte todos os Awo para não cobiçarem
aquilo que é precioso a outras pessoas. Isso inclui cônjuges, propriedades, jóias, dinheiro etc. Sobre
isso, Ifá diz:
Bùtùbùtù ọ nà yọ
, ab’ara lomúlomú
A dífá fún Alágọ
tún Òkè Apá
Wọn ni kò ru’bọ
Ki Bàbáláwo o má gbà obìnrin re lo
Alágb d ni o kan’kún, Awo ilé Àgbọnnìrègún
A dífá fún rúnmìlà Tíí n sun’kún alail’obìnrin
Yóò lọ ba Alágọ
tún l’àlejò
Ẹbọ ni wọn ni kọ
waa e
O gb’ bọ, o ru’bọ
Nj
ààrò da wọn dúró o o, ààrò
Bùtùbùtù ọ nà yọ
Da wọn dúró o o, ààrò
Agbe gbè mi de’lé o o, agbe
A kii r’àjò, ka ma de’lé o o
Agbe gbè mi de’lé
Tradução
A areia da estrada da cidade de yọ
é de textura fina
Consultou-se Ifá para Alágọ
tún da cidade de Òkè Apá
Foi-lhe aconselhado a oferecer bọ
Para que um Bàbáláwo não roubasse sua esposa
Alágb d ni o kan’k n, Awo da terra de Àgbọnnìrègún
Consultou Ifá para rúnmìlà
Quando lamentava sua incapacidade te ter uma esposa
E foi o convidado de Alágọ
tún
Foi-lhe aconselhado a oferecer bọ
Ele realizou
Agora, ààrò, por favor, amarre-os, ààrò
A areia da estrada da cidade de yọ
Amarre-os, ààrò
Agbe, por favor, leve-me para casa, agbe
Não podemos sair em viagem
Sem voltarmos para casa
Agbe, por favor, leve-me para casa, agbe
8.
Ifá diz que a maioria dos Awo será abençoada com vida longa e vitória. Mesmo que
ameaças à vida venham de várias direções, eles irão, contudo, superá-las todas.
Ifá recomenda a cada Templo ou grupo de Awo adquir dois eku mọ
(rato marrom) e
dinheiro. Eles precisam usar os eku mọ
para esfregar todo o corpo. Após isso, eles devem colocá-
los por sobre È ù dàrà. Em todo momento em que sentirem que há qualquer ameaça às sua vidas,
é isso que eles precisam fazer e a ameaça desaparecerá instantaneamente.
Para bọ, precisam oferecer o bọ com um òbúkọ irungbọ n [bode barbudo] e dinheiro.
Assim, a mensagem de Ìdin -Iwinlara nessa estrofe, Ifá diz:
Àrírí Mariya
Àrírí Mariya
Arira níí g’orí Agia
Ògbó ọ nà a jìn kòtò
Awọn Agija Awo Oko 
A dífá fún rúnmìlà
Ní’j tíí Bàbá n lọ ré wọ’lérò i u tuntun l’ọdun
Wọn ni ọ rọ
o Bàbá kọ gbà bọ
B
ni kọ
gbà ètùtù
Àyàfi kò má lọ ’ọ run ọ sán-gangan
Agija Awo Oko lo ni ki Baba lo ree wa nnkan bọ wa
Bàbá gb’ bọ, o ru’bọ
Bàba kọ
wáá kú mọ
Nj
Àrírí Mariya
Àrírí Mariya
Arira níí g’orí Agia
Ògbó ọ nà a jìn kòtò
Awọn Agija Awo Oko
Ifá dá Ìdin-‘Gbére s’ọdun
Tradução
Àrírí Mariya
Àrírí Mariya
Arira níí g’orí Agia
Ògbó ọ nà a jìn kòtò
Awọn Agija Awo Oko
Eles foram os Awo que consultaram Ifá para rúnmìlà
Quando ele planejava celebrar o Festival dos Inhames Novos
Disseram que no seu caso não era necessário qualquer bọ
Também não exigia qualquer ètùtù
Àyàfi só precisava ir ao céu do meio-dia19, sem cerimônia
Agija Awo Oko foi o Awo que aconselhou rúnmìlà a adquirir os materiais do bọ
E rúnmìlà cumpriu
rúnmìlà, a ameça de morte desapareceu
Agora, Àrírí Mariya
Àrírí Mariya
Arira níí g’orí Agia
Ògbó ọ nà a jìn kòtò
Awọn Agija Awo Oko
Ifá sacou Ìdin -Gbére para a celebração do Festival Anual
9.
Ifá aconselha a todos os Awo a solicitarem a opinião de Ifá em qualquer viagem que
desejem empreender, antes de a iniciarem. Não importa o quão importante essa viagem possa ser, se
o conselho de Ifá for para que o Awo não vá, por favor, permaneça em sua casa.
Ifá recomenda a todo grupo de Awo, Templo ou Awo, de forma individual, que planeja
partir em viagem a oferecer bọ, com dois òbúkọ [bode] adultos e dinheiro. Eles também precisam
alimentar Ògún com um àkùkọ [galo], epo [azeite de dendê], dois ìgbín [caramujo], um ìjàpá [tartaruga], àgbàdo [milho] torrado, i u [inhame] assado, mu [vinho de palma], ìko [ráfia], pequena
quantidade de banha de Ori e dinheiro. Sobre essas oferendas, Ifá diz:
Ikú d’ yín Awo Ẹtù
A dífá fún Ẹtù
Ikú d’ yín Awo Olóbùró
A dífá fún n Olóbùró
Wọn ni ki wọn ru’bọ si l’aikú ara a wọn
Olóbùró nìkan níí be l’e in ti n s’ bọ
Ikú wáá p’Ẹtù
Olóbùró a si gbé’le
Nj Ikú d’ yín, Ìdin-‘Gbè!
Tradução
k d’ yín, o Awo do Antílope (Ẹtù)
Consultou Ifá para o Antílope
k d’ yín, o Awo de Olóbùró
Consultou Ifá para Olóbùró
Foram aconselharam a oferecer bọ para ter uma longa vida
Apenas Olóbùró realizou o bọ
A morte arrebatou o Antílope (Ẹtù)
Somente Olóbùró foi poupado da morte prematura
Veja, k d’ yín, Ìdin-Gbè!
10.
Ifá admoesta a todos os Awo do sexo masculino a nunca serem muito curiosos a respeito do
que suas mulheres fazem, vigiando-as. Assim, Ifá diz que eles não precisam duvidar da fidelidade
de suas cônjuges. Ifá os alerta a deixarem tudo para Ifá mesmo julgar, pois ele oferecerá soluções a
todos os Awo para compreenderem melhor os tipos de mulheres que escolherem como esposas.
Ifá aconselha aos Awo do sexo masculino que estão procurando uma esposa para oferecerem
a Ifá sopa de gúsí [melão] com muita carne e i u [inhame] pilado. Também precisam oferecer wà
[feijão fradinho], òwú [algodão], uma cesta de tamanho médio e dinheiro. A oferenda deve ser
preparada da seguinte forma: o algodão deverá ser colocado no fundo da cesta; o feijão fradinho
deverá ser colocado por sobre o algodão, até que a cesta fique cheia. A oferenda, já arrumada,
deverá ser colocada aos pés da árvore Írókò ou no Ilé È ù dàrà. Se isso for feito, o Awo será
poupado da agonia de ficar cego, perder sua esposa, perder sua paz de espírito ou de perder seu
espaço. Sobre isso, Ifá diz:
O lè bèèrè nibèèrè-kubèèrè
O lè bèèrè nibèèrè-kubèèrè
O lè bèèrè ọ rọ de’bi okooroko gbálé-gbálé
A dífá fún lọ fin tà’ja-t’oj
Ní’j t íí Ojú òun Ààyè aya r nù u 
Ẹbọ ni wọn ni kọ
wáá e
O gb’ bọ, o ru’bọ
Mọ r’Ààyè, mọ r’Ojú o
Mọ r’Ààyè
Ení tíí kọ r’Ojú kii ’Edu o
Mọ r’Ààyè, mọ r’Oj
Tradução:
Você pode fazer inúmeras perguntas
Você pode fazer inúmeras perguntas
Você pode fazer perguntas sem parar
Você pode fazer perguntas sem limites
Essas foram as declarações de Ifá para lọ fin, aquele que vende seus bens com os olhos
Quando seus olhos e Ààyè, sua esposa, faltavam [para lọ fin]
Ele foi aconselhado a oferecer bọ
Ele realizou
Agora, eu tenho Ààyè [esposa] e Ojú [olhos]
Eu posso ver Ààyè
Aqueles que não possuem paz de espírito
Não conseguem tempo para servir a Ifá
Eu tenho espaço e eu tenho paz de espírito 
Irúnm l
/Òrì à associados ao Odù Òdí Ogbè que devem ser cultuados e oferecidos b :
1. Ifá – para orientação, paz de espírito, direção, elevação e identificação do destino;
2. Orí – para sucesso em todos os campos da vida, cumprimento e elevação do destino;
3. È ù dàrà – para vitória, acolhimento, proteção e sucesso;
4. gb – para o sucesso em geral, camaradagem e bem-estar;
5. Ògún – para proteção e direcionamento;
6. Òkè – para vida longa e vitalidade;
7. Ṣàngó – para vitória contra as adversidades e para elevação espiritual;
8. Ajé – para riqueza e sucesso;
9. bàtálá – para felicidade, crianças, apoio e elevação;
10. Egúngún – para apoio dos ancestrais;
11. un – para vitória contra conspirações, um bom cônjuge e sucesso.
Tabus (èèw ) para o Odù Òdí Ogbè
1. Não deve comer, usar ou matar um coelho, para evitar perder o auxílio daqueles que o poderiam
ajudar (exclusivo aos nascidos sob esse Odù, N.T.);
2. Não discriminar alguém quando for escolher um cônjuge, para evitar perder o cônjuge que estava
destinado para ele ou ela;
3. Não deve ser muito curioso, para evitar perder a acuidade visual e a paz de espírito;
4. Não matar ratos e camundongos, para evitar perder amigos importantes ou admiradores
(exclusivo aos nascidos sob esse Odù, N.T.);
5. Nunca deve colocar sangue em seu Ifá – para evitar prejudicar seu próprio destino (exclusivo aos
nascidos sob esse Odù, N.T.);
6. Nunca afirmar algo se não tem certeza se isso é verdadeiro ou não – para evitar a ira de Ifá.
Àb rú, Àb yè o
lágbadé Pópó la
Presidente do Conselho Internacional de Ética e Escritura (cânon) para a Religião Ifá.

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis