REVISTA CARAS EM 2011

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Tecno Candomblé!

Gostaria de falar um pouco sobre o novo movimento que surgiu com o advento do “Orkut (já falecido), Facebook e Watthsap.
Centenas de grupos são criados com o “intuito” (assim dizem seus criadores), de fortalecer e unificar a religião.

Realmente acho temeroso esses pretensos grupos nacionais, onde se troca informações de todo o tipo, seja de cantigas, fundamentos, rezas e tudo que o valha da religião.

Minha pergunta aos leitores. Se faz realmente necessário essa modernidade na religião?

Como pode uma pessoa de um determinado Axé ou Ndanji, trocar informações com o de outros?

A diferença de uns cabe a outros?

E o nosso candomblé de terreiro, onde se aprende com os mais velhos será abolido?

O que mais se vê nesse grupo, são discórdias e brigas em detrimento de um conhecimento diferenciado, que é natural das casas diferentes, não sei se por culpa do ego, ou de uma falta de compreensão sobre as diferenças saudáveis da religião.

Não podemos negar que essas ferramentas de comunicação, são necessárias para o desenvolvimento da humanidade, mas cabe evolução na nossa religião?

Vamos continuar dividindo “Axé” pela Web?

Fonte

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis