REVISTA CARAS EM 2011

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Candomblé (Angola) Pambujila/Mavalutango/Lembá



• Nkisi (cujo plural é Mikisi ) é a palavra em kimbundu que significa “ Energia Divina ” e que define o que chamamos de “ Santo ”.

• Os ancestrais de nossa Casa nos transmitiram, dentro de nossa filosofia na cosmogenese, que Angomi , ao manifestar-se tornando-se Nzambi Ampungu ( Deus Universal ), gerou duas polaridades energéticas que, ao se encontraram transformaram-se em treze Energias e essas Energias criaram o Universo e tudo que nele existe. Portanto temos aí o primeiro princípio de nossa filosofia: “ Tudo o que existe é formado de uma mesma Energia: A Energia Divina ”.

• Cada Nkisi se manifesta no Plano Físico como um elemento da natureza, um som, uma (ou mais) cor, um (ou mais) mineral, uma formação natural definida, etc.

Pambujila

Pambujila jila vua, kiambote! 
Pambujila venha pelos caminhos mais curtos e faça o bem!

Npambu em kikongo significa: Encruzilhada.

Njila em kikongo significa: Caminho.

Pambujila, que pode ser traduzido como “Aquele que conhece o caminho mais curto”, são os mensageiros que transitam entre o natural e o sobrenatural, trazendo aos homens os desígnios dos Mikisi e levando a Eles as suplicas e as oferendas dos homens. Receberam por este trabalho o título de Aluvaiá (mensageiro). São sempre e em qualquer ocasião os primeiros a serem chamados, a receberem oferendas, etc. São os nossos Guardiões (Nlundi), que abrem e fecham as “porteiras” de nossa aura, permitindo ou não a penetração das energias com as quais lidamos e convivemos durante toda a nossa vida. Se nosso contato com Eles for fraco, menos força Eles têm para nos defender. A cada vez que levamos nosso pensamento a Eles, acendemos uma vela oferecendo-a a Eles, uma garrafa de cachaça entregue na encruzilhada, uma rosa vermelha, seja o que for, estamos nos ligando a Eles e, portanto, fortalecendo nossa ligação. Ao acordarmos devemos agradecer a Nzambi Ampungu pela noite e pela nova oportunidade de mais um dia e saudarmos o nosso Guardião solicitando que possamos contar com Ele por mais um dia.

Muitos querem igualar os Pambujila ao diabo, por total ignorância, colocando Neles chifres e rabos. Diabo vem da palavra diavolo que significa “o mentiroso” e a palavra demônio é formada por demos, que significa povo (democracia, demonstração, etc.) e ions, que significa ligação; portanto podemos afirmar que Pambujila é um demônio e que o diabo nem demônio é. Em kikongo a palavra que os padres que montaram o dicionário de português-kikongo e kikongo-português, encontraram para diabo foi “temba” que, ao pé da letra, significa “o mal dentro de nós”, pois nossos Ancestrais, assim como nós, não acreditamos em um ser extracorpóreo que nos force ou nos conduza a praticar o mal contra a nossa vontade. O mal e o bem residem dentro de nós mesmos.

A palavra tentação vem de tester (grego) que significa teste ou prova. Quando caímos em tentação, na realidade estamos enfrentando um teste ou uma prova, que só nossa consciência, pelo livre arbítrio, poderá suplantar ou não, deixando-nos, sempre, responsáveis pela conseqüência de nossos atos, pensamentos e palavras.

As cores reservadas a eles são a preta e a vermelha juntas. Embora respondam a qualquer hora, dia e lugar, nós Lhes reservamos as segundas-feiras.

Mavalutango

Oyê Kamba riami! Oyê! 
Olá amigo supremo! Olá!

• Mavalutango – Senhor dos Caminhos e das Encruzilhadas, Comandante dos Pambujila , o Santo Guerreiro. 
Saudado juntamente com Nkosi , Mavalutango é o Senhor da guerra, da luta e da defesa. 
Sua cor é a vermelha forte, seu dia segunda-feira e é festejado no dia 13 de junho juntamente com Pambujila e no sincretismo foi representado por Santo Antônio. Sua oferenda preferida é o inhame batido com azeite de dendê ou o porco espinho (feito de cará com varetas das folhas da palmeira do dendê) e gosta de cachaça e cerveja branca.

Lembá

Nkisi Moxí Kigua! Kigua Lembá! 
Santo Interior Salve! Salve Lembá!

• O Senhor da Criação.

Tatetu Lembá é o responsável pela emissão da centelha que vai, através dos Mikisi, gerar o “eu” verdadeiro de toda a criação. É o Senhor da Paz e do Branco.

Seu dia é sexta-feira, quando todos os filhos de Santo devem se vestir de branco (ou uma peça branca e as demais claras), sua cor é a branca, logicamente, e sua oferenda principal é a canjica (mungunzá). É chamado de Lembaranganga , aglutinação de: Lembá ria nganga – o Santo dos Santos. Por isso o sincretismo escolheu Jesus para representá-lo. Sua festa é no Natal, 25 de dezembro.

Um dos principais rituais da tradição Kakongo são as águas de Lembá, que limpa e prepara a Casa e os filhos para o encerramento do ano (25 de janeiro, aproximadamente) que é preparado com os Lamentos de Tatetu Lembá (ngoloxí) que duram 16 dias antes das águas.

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis