REVISTA CARAS EM 2011

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

AYRA NÃO E XANGO!!!!!


.
Ayrá tbm come no dendê.
É um orisá delicado no que diz respeito ao trato.
E com certeza também não é Sango, mas foi um grande companheiro de Sango, seria um súdito graduado e com relevantes serviços prestados a corte do Oba Sango, por isso foi presenteado ao Baba Osalufon quando de sua passagem pela prisão de Sango.
Assim como Obará, Ayrá também é surdo, por isso solta-se 1 rojão no seu oro de feitura para que esteja sempre acordado para o seu novo iniciado.
A gamela de Ayrá é Oval, diferente da de Sango que é Redonda.
Esse orisá tem aos seus pés o orisá chamado MAMA considerado como sua mãe, constitui numa ferramenta em ferro forjado, pés de galinha, um espécie de cone em que sai um pássaro no ápice desse cone. Quando Ayrá come o MAMA também come.
.
Ayrá Intìlé
Esse caminho de Ayrá come com Osalufon, ainda na feitura assenta-se esse caminho de Osalá, e Ogunjá, pois é Ogun que desbrava os caminhos para as pessoas de Ayrá.
Na obrigação de 3 anos arruma-se Osogyian e Iyemanjá.
.
Ayrá Modé
Esse caminho de Ayrá come com Ode, assenta-se ainda Osogyian e Osun.
Ogunjá e Osalufon são indispensáveis a todos os caminhos de Ayrá.
Nesse caminho Modé, o amalá de Ayrá é forrado com mingau de akasá e por cima do mingau um punhado de asòsó (milho de galinha bem cozido com água e sal).
.
Ayrá Igbonã
Esse caminho de Ayrá come com Sangò, faz orò com o ajerè de fogo, é considerado “O Pai da Quentura”.
Para esse caminho de Ayrá assenta-se Ogunjá também, sendo que esse Ogun não fica no mesmo quarto que ele.
A Iyagba desse caminho de Ayrá é Iyemanjá, esse Ayrá veste branco.
É o verdadeiro “Pai da Fogueira” para acender a fogueira canta-se para Igbonã.

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis