REVISTA CARAS EM 2011

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis

quarta-feira, 8 de abril de 2015

È kàáro!" (bom dia!)











"Òrúnmilà Ajànà Ifá Olókun a sòrò dayó"
Que faz o sofrimento tornar-se alegria
O testemunho do destino
O poderoso que protela o dia da morte
Òrúnmilà, você acordou bem hoje?

A hora que acabo de despertar
Apresento meus respeitos aos meus antepassados.
Meus antepassados, permita que todas as coisas boas posam vir a mim,
Meus antepassados, permita que o espirito interno seja vivo em mim,
Meus antepassados, lembre-se daqueles que fazem reverências.
Ori, o que me guia.
Ori, o que me apoia.
Ori, o que protege o meu caminho.
Ori, o que permite que eu siga meu caminho.

Olho pela janela do tempo e vejo minha transição voltada sempre para um novo dia pois a mim, ele pertence!
Devemos sempre acreditar num Eu.
Devemos ter em mente que somos capazes de caminhadas curtas que são as diárias, que sempre estamos recomeçando, recriando, realizando.
Mas acima de tudo, existe um propósito, chamado-se fé, que é acreditar nas caminhadas longas onde encontramos os desafios maiores e superamos com nossas forças.
O tempo é o maior amigo do Homem!
Ifá é a sabedoria de quem O procura.

Ifá nos orienta sempre, mas procurar a sua orientação e não a seguir é o mesmo que caminhar por caminhos iguais e querer resultados diferentes, insanidade nunca deve ser confundida com fé à espera um milagre.

"Feliz daquele que sabe agradecer quando acorda, pois não terá que se preocupar com a morte."

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis