REVISTA CARAS EM 2011

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Lenda Yorubá - A história de Moremi


Conta uma antiga lenda da Nigéria que, naqueles tempos, a aldeia yoruba era constantemente invadida pelos temíveis guerreiros do povo ibo. Quando eles chegavam, destruíam tudo, espalhavam o terror e humilhavam os yorubas, de índole calma e pacífica, que não sabiam mais como reagir.
Diante da situação que se apresentava sempre mais insustentável, uma mulher teve uma idéia.
Era Moremi, uma jovem mãe que vivia muito feliz com seu marido e o filho ainda pequeno. Moremi pensou que se, durante o ataque, ela se deixasse capturar como prisioneira, estando na tribo inimiga, poderia observar seus movimentos e descobrir o segredo daqueles guerreiros que tinham um aspecto monstruoso e assustador. Assim, tomada de coragem, falou de seu plano ao chefe da aldeia que, diante de mulher tão decidida e do desespero de seu povo, acabou aceitando.

Para pedir proteção a seu audacioso projeto, Moremi foi até o rio e implorou a benção do deus que nele habitava, prometendo que, se fosse bem sucedida em seu intento, a ele sacrificaria tudo o que lhe pedisse. Não muitas semanas depois, a aldeia yoruba foi novamente invadida e aprisionar Moremi foi muito fácil. Assim, ela começou a viver entre o povo ibo, fazendo os serviços mais humildes, mas aproveitando cada segundo para descobrir quais eram seus segredos.

Não precisou de muito tempo para que ela percebesse que os monstruosos guerreiros, na verdade, eram pessoas comuns, mas que, na hora do combate, se vestiam com enormes saias de palha e horríveis máscaras de madeira. Entendendo a artimanha, Moremi tratou de fugir, durante a noite, e voltou a sua tribo até com uma solução. Para acabar com os ibos bastava o fogo.O ataque seguinte durou pouco tempo, porque os yorubas atearam fogo aos ibos que logo se transformaram em tochas vivas. O desfecho foi cruel e definitivo.
Moremi tornou-se a heroína de seu povo e voltou ao rio para cumprir sua promessa. Estava feliz e agradecida e apresentou-se ao deus das águas que lhe pediu seu filho em sacrifício. Sentimento inominável e atroz, mas Moremi era fiel. Com a alma dilacerada pela dor, entrou furtivamente na aldeia, pegou o filhinho que dormia e levou-o até o rio, pronta a entregá-lo ao deus. Sua mão trêmula não conseguia segurar a faca para matá-lo e sua dor imensa e sua fidelidade cega comoveram os céus.

De repente, ela viu cair do alto um cipó e nem teve tempo para segurar a criança, que o agarrou com toda força e subiu em direção às alturas. Penalizado, o deus do rio transformara o filho de Moremi num deus imortal.







Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis