REVISTA CARAS EM 2011

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

RESPEITO NÃO INCLUI NECESSARIAMENTE HUMILHAÇÃO.


Se você é Médium ou iniciado de qualquer outro grau dentro da hierarquia existente no Umbanda, lembre-se que o conhecimento dos mais graduados nem sempre constitui sabedoria. Portanto, estes não podem utilizar o que sabem para diminui-lo como pessoa.
O simples conhecer pode ser uma arma contra aqueles que que têm pleno domínio do conhecimento. sempre que possível faça lembrar os mais velhos do culto que médium também é responsável pela continuidade da tradição religiosa.
E isso só pode ser realidade quando o iniciado não somente sabe como se faz um ritual, mais também qual a sua finalidade, o porque de bater cabeça o que pedir no momento, porque de saudar o altar, a carimba, o porque dos porquês.... e a que se referem seus atos; Não se conforme jamais com respostas, tais como "Segredo reservado aos mais velhos, não e a hora ainda, etc... ".
Se um Babalorixá age desta forma, ou ele não sabe o que esta fazendo, ou então pensa que médium tem em um monte de lugar porque se você estiver pagando a mensalidade e o dinheiro que importa pra estas pessoas. Por acaso, pensa ele que a força de Zambi vai eterniza-lo sobre a terra??? é que por isso não tem necessidade de transmitir o conhecimento para aqueles que o acompanham??? De qualquer forma, este é um tipo de pessoa que não serve para ser seu "Templo ou Terreiro". Médium , se cuide!!! Se goste!!! Se respeite!!! " respeito e no e eu gosto, respeite para ser respeitado, pois pelo avesso todos somos iguais.
Respeito não inclui necessariamente humilhação. Reconheça sempre o seu lugar e posicione-se da melhor maneira possível. Seja digno das tuas entidades que lhe acompanham ao qual pertence. Ame a sua Religião de tal forma que a luz refletida seja como um espelho, onde muitos possam se mirar na fidelidade de sua personalidade. A Umbanda está evoluindo, hoje, é sem duvida uma religião com muita frequência e pouca permanência, e isso se devem a existência de "sacerdotes" inescrupulosos. , do tipo que não sabem o que estão fazendo vai preparando filhos ai sem um mínimo de entendimento e depois que vem as dúvidas e fala pros seus médium que pergunte aos seus Orixás e guia que eles esclarecem e esclarecem mesmo sobre o trabalho que a entidade faz e isto não temos duvidas e tem os pro menores que se aprende com os nossos padrinhos babalorixá Ialorixá 
Não me casarei de dizer que a cabeça dos outros não é laboratório onde se faz pesquisa para saber sé deu certo ou não. Caso de errado procurar um jeito de acrescentar alguma coisa para ver se acerta. PREPARAR ALGUÉM NA Umbanda, é despertar o adormecido no mais profundo do inconsciente humano, o que, com certeza, o médium , ou até pessoas com títulos de cambone, Ogan, mãe ou pai pequeno Etc., saem de suas casa de origem em busca de um outro pai de santo que o adote e lhe ensine o correto . Este por sua vez, sedento por um "Dinheiro", e motivado pelo orgulho de ter aquele filho dedicado de outro Babalorixá, tenta corrigir inventando um monte de ERROS dizendo que o outro babalorixá tinha feito orixá e guias tudo errado. Tanto uns como outros, indulgentes, apressados e súbitos " a mente humana!!! Isto é apenas um exemplo do que eu vejo e acontece em decorrência do sacerdócio apressado e uma ansiedade de estar la na frente do altar todo pomposo e soberano tipo "faça o que mando mas não faça o que faço" .

Por isso antes de fazer adentrar em querer desenvolver se escolhe, e muito bem seu Terreiro ou Templo. Muitos dizem que o Orixá é quem escolhe o Babalorixá. Puro engano, porque o livre arbítrio é, nada mais, nada menos, que o poder absoluto de decisão. A "Umbanda e amor caridade", "daí de graça o que de graça recebei". 
E o futuro do médium antes homem depende dele decidir o que ele quer hoje, agora. Cuide de seu presente e preserve o seu futuro, em bom estado de equilíbrio. É preferível perder um tempo entendo a Umbanda e vê onde você está entrando, do que fazer uma preparação MAL FEITA e ser mal preparado um médium que nem sabe o que está fazendo. E isso pode ser observado, analizado sem muita dificuldade, na Própria estrutura sócio-econômica e cultural de boa parte dos adeptos da Umbanda que se julgam com um grande poder, porem desprovido da base estrutural do conhecimento do ritual, através da qual é possível atingir a essência, a espiritualidade, ligar o homem aos orixás e estes a fonte da vida, tornando-o um veiculo de comunicação social, facilitando muito os seus passos sobre a terra e ser reconhecido tando no mundo espiritual e material como um médium antes uma pessoa Idona perante o culto Umbandista.
Havendo comunicação entre os homens, haverá comunicação entre os Orixá, e consequentemente com nosso Pai Olorum, que é a fonte de todas as fonte de vida, o consciente e o inconsciente do ser. Aquele Médium que lhe conhecem a origem, hierarquia, gosto e costumes, invocações e ritos, conseguem com facilidade atingir a essência de nossa Religião da Umbanda. Isto é resultado da concepção limpa. Do saber fazer, sabendo porquê, o que também é resultante da firmeza do médium que já despertou a consciência do EU.
Na minha opinião é assim que se cultuam os Guias e Orixás acreditando no Padrinho e dele na direção dada à ritualidade. O conceito que os Umbandistas têm a respeito das Entidades é que todos nos viemos ao mundo para aproveitar devidamente o nosso tempo. E as pessoas que estão envolvidas nos trabalhos Umbandista, no decurso deste tempo, devem aproveita-lo no aprimoramento das coisas relativas ao estudo e compreensão da ritualidade, de modo a aprender TUDO sobre tudo, os porquês dos porquês, alcançando o respeito, em decorrência do bom senso e de força no desenvolvimento dos rituais em que atua.
É sabido por todos que a melhor maneira de aprender a executar os atos litúrgicos é, sem duvida, em você primeiramente porque você é o seu templo de origem, e depois no Templo ou terreiro onde frequenta onde e a sua casa na caridade você pode e deve participar, questionar tirar suas duvidas e obter respostas amplas em relação ao que ocorre em dado momento. Assim, vai-se aprendendo, enquanto esclarecem "se as dúvidas.
Este é um ambiente adequado a um aprendizado seguro, onde a pratica da magia pode provar sua eficácia, em termos de resultados finais. O iniciado na Religião Umbandista pode certificar-se, dia após dia, da potencialidade do trabalho dentro do Templo ou Terreiro. A Umbanda e sim amor, caridade e estudo. Veja muito bem onde você vai pisar pra não sofre as consequências mais tarde. Axé a todos....

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis