REVISTA CARAS EM 2011

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Orixá Okô É Expulso De Seu Reino: Lenda


Orixá Ocô muito conhecido dentro do culta Yoruba, e pouco cultuado dentro da religião do Candomblé, a lenda conta que este santo era um fazendeiro que vivia na cidade Iraô. Ele era conhecido por todos como aquele que mais entendia de remédios e preparados de ervas.

Certa vez, três enormes pássaros negros apareceram em Iraô e destruíram todas as plantações.
Houve fome aquele ano.

No ano seguinte, os pássaros retornaram e ninguém conseguia detê-los.
O povo se reuniu e foi pedir ajuda a Orixá Okô.

Orixá Okô preparou uma poção muito poderosa e com ela afugentou os pássaros.

As plantações cresceram e, quando veio a colheita, o povo estava tão feliz e tão agradecido que fez de Orixá Okô o seu rei.

Logo que Orixá Ocô se instalou como rei de Iraô, o povo começou a desconfiar dele.
Eles temiam que Orixá Ocô pudesse usar seus poderes contra eles, como os havia usado contra os pássaros negros.


Assentamento De OKÔ


Ainda que Orixá Ocô não tivesse dado motivo para tal preocupação, o medo desses súditos cresceu e eles se rebelaram e expulsaram Orixá Ocô da cidade.

No ano seguinte, os pássaros negros voltaram e destruíram as plantações.
Arrependidos, os moradores de Iraô foram à floresta à procura de Orixá Ocô e imploraram a sua ajuda, prometendo devolver a coroa a Orisá Ocô e nunca mais rebelar-se.

Mas Orishá Ocô estava decepcionado com a ingratidão e a falta de lealdade de seu povo e negou ajuda, decidindo deixá-lo para sempre.

Orixá Ocô disse:

"Eu partirei para sempre, mas deixarei meu cajado com vocês.
Todas as vezes que estiverem em perigo, vocês devem afundá-lo na terra
Mas nunca usem o cajado em vão!!
Com essas palavras, o Orixá Okô desapareceu para sempre sob a terra.

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis