REVISTA CARAS EM 2011

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis

quarta-feira, 17 de abril de 2013

PERDER OU NÃO OS CABELOS.






PERDER OU NÃO OS CABELOS.
Nesta caminhada por aí, de conversas pra lá e para cá, com abians, simpatizantes do candomblé, o que mais eu ouço: Eu não teria coragem de me iniciar jamais, como posso perder meus cabelos???!!!!!!!
Ai,vou ficar horrorosa!!!!!
Quem vai olhar pra mim depois disto?
E parei para avaliar os dois lados da moeda e tirei minhas conclusões. Será que já pensamos por esse lado?

Existem mil motivos negativos que nos fazem perder os cabelos:
Stress, anemia, Doenças extremamente graves...e muitos outros motivos que nos levam a loucura com a perda da moldura de nosso rosto. Com isso, muitas como eu, duela com a vaidade e não aceita em momento nenhum estar sem suas madeixas perfeitas.

Mas será que uma doença não é um motivo muuuuito nefasto que nos obriga a engolir a nossa vaidade com farinha????? Então...

Estamos sempre pensando em nossa beleza, no nosso exterior.
E não pensamos no sentido do renascer,do Orixá deixar uma nova vida nascer em nossas vidas. E brigamos por essa beleza efêmera que passa num instante.

A realidade é arrepiante, mas quando entendemos o verdadeiro sentido de uma iniciação, passamos a encarar como algo mais natural... ainda mais se compararmos com outras culturas como o budismo e o intuimo que igualmente existem rituais para raspar os cabelos.O importante é encararmos isso como um voto de amor e de fé.

Os Cabelos crescem e o Amor de Orixá... Ah esse se torna infinito.

Compartilhe

WhatsApp Windows Gadget Pocket Flipboard Blogger Facebook Twitter Google+ LinkedIn Pinterest Addthis